Quando eu abri o bloco de notas pela primeira vez para escrever o que se tornou o inicio deste blog, a intenção era mandar um e-mail para família e amigos e simplesmente contar o que estava acontecendo comigo. As pessoas foram perguntando, queriam saber como eu estava, e eu achei mais fácil criar uma pagina aonde eu pudesse atualizar todo mundo sobre o tratamento. O tempo foi passando, eu fui escrevendo mais e mais e o blog foi se formando. Dois meses e alguns textos depois, estou mudando de casa, a convite do Hospital Albert Einstein. Agora os meus posts poderão ser lidos na pagina do facebook do Hospital! Inclusive a continuação deste… É só seguir este link:

 https://www.facebook.com/HospitalAlbertEinstein/app_136658983174076
Mas como não tem com acessar pelo celular, e quem não tem facebook não vai conseguir entrar, também vou continuar colocando os textos aqui! 
 Na semana passada fiz a minha ultima quimio vermelha, que eram as quatro primeiras. Não posso nem começar a dizer o quanto estou feliz de não ter mais que tomar esse maldito remédio! Eu sei que no auge de uma crise de bom humor eu disse que quimioterapia é demais, e eu não quero me contradizer. Realmente é demais. O que ela faz é incrível. Mas com certeza não vou sentir falta nenhuma da ressaca. Continuei não sentindo nada de muito extremo, mas fiquei bem mais cansada do que o de costume durante uns seis dias.
Agora começa uma etapa nova, a partir do dia 4 serão doze sessões semanais com taxol, que é o remédio mais fraco, e segundo o Dr Oren tem bem menos efeitos colaterais, o que é otimo. O lado ruim é que vou ter que levar agulhadas semanais agora, mas fazer o que né? 
Apesar de ainda faltar muita coisa, a sensação de que pelo menos uma etapa já acabou é muito boa. Parece que consegui riscar uma linha de uma lista de tarefas. Agora é só continuar riscando as linhas, um dia de cada vez.
Anúncios